Nova temporada de “Magenta” começa a ganhar vida

No último domingo (14), foi dada a largada para o início das gravações da segunda temporada da webserie “Magenta”. Produzida pela Linha Produções, a primeira temporada da trama atingiu mais de um milhão de visualizações nos 10 episódios e conquistou admiradores por todo o território nacional e internacional. 

Com o protagonismo das atrizes Giul Abreu, Priscila Buiar e Rebeca Figueiredo, que interpretam respectivamente as personagens Nina, Manu e Raphaela, a história se desenvolve a partir do roteiro escrito pela diretora da série e também proprietária da Linha Produções, Thaiane Soares. 

Na primeira temporada, após seis anos de relacionamento, Nina e Manu são surpreendidas por uma terceira pessoa em suas vidas, a personagem Raphaela, que chega para balançar as estruturas das conexões de alma do casal. Na nova fase, seis novos personagens cruzam o caminho delas tornando a história um pouco mais instigante. 

A atriz Rebeca Figueiredo esteve presente no primeiro dia de gravação novamente na pele da personagem Raphaela. “Tá sendo uma delícia voltar a interpretar a Raphaela! Eu tava aflita, não conseguia imaginar a Raphaela sem o cabelo azul… mas aí me dei conta que ela tá em mim. E foi só ter o primeiro ação que ela veio com tudo. Com certeza a gente tava com saudade uma da outra”, conta a atriz.

Gravando em diferentes locações cariocas que compõem a segunda temporada, a Linha Produções conta com a ajuda da Colabora Produções e outras profissionais como, diretora de arte, fotógrafa, figurinistas e maquiadoras que contribuem para a realização do projeto de caráter independente. 

A diretora da trama afirma estar satisfeita com a equipe técnica e com as gravações. “As gravações estão sendo bem tranquilas, as coisas vão se alinhando cada vez mais a cada dia que passa. O elenco e a técnica estão entrando no ritmo de entrosamento e se dando muito bem. Eu só tenho a agradecer a dedicação de todos da equipe por abraçarem o projeto com tanto amor. Essa nova temporada está sendo uma experiência muito boa para mim como diretora, apesar de estar responsável pela alimentação de toda equipe, estou me sentindo muito mais livre para conseguir dirigir, o que eu não conseguia fazer nas primeiras produções, que além de roteirista, diretora e produtora eu ainda tinha que fazer câmera, montar figurino, ajudar fazendo o cabelo das atrizes. Dessa vez estou me sentindo mais livre no set para dar atenção que toda equipe merece”, explica Thaiane. 

Quem comanda a produtora de audiovisual independente junto com Thaiane é a atriz Maria Clara Rolim. Ela conta que está curtindo os primeiros dias de gravação. “Chegamos com tudo! Estamos muito animadas e sinto tanto elenco quanto equipe bastante interessados e entregues! Sinto que estamos nos conhecendo, tem bastante gente nova entrando agora no projeto então ainda estamos conectando nossos ritmos, e criando nossa própria dinâmica de set! A ideia é evoluir a cada dia e nos potencializar ainda mais! Vejo isso como um processo, estamos caminhando para esse alinhamento, mas podemos sentir que o amor pelo que estamos fazendo, o cuidado e a alegria de fazer parte são sentimentos de todas, é coletivo! Isso faz tudo ficar mais gostoso!”, diz. 

O clima está legal, equipe bastante envolvida, porém a correria para cumprir todas as cenas dos dias têm sido grande. Maria Clara afirma que enfrentam desafios já no início para a realização do projeto. “As locações são diversas e o ritmo de gravação é intenso, então as principais dificuldades são de deslocamento, principalmente pela quantidade de equipamento que temos que levar, o peso, a segurança de todas, e tudo isso implica diretamente no financeiro, que não supre a nossa real necessidade para a demanda que a série exige, então acho que esse é o nosso principal obstáculo”, completa.