Netflix divulga pesquisa sobre influência de “13 Reasons Why” no público

hannabakerA Universidade Northwestern divulgou uma pesquisa global sobre as conversas que foram iniciadas pela série “13 Reasons Why”, da Netflix. A pesquisa foi encomendada pela plataforma de streaming. O estudo, que também inclui uma visão mais profunda sobre o Brasil, explorou temas como suicídio, bullying, violência sexual e todo o diálogo gerado, além das mudanças de comportamento em adolescentes, pais e professores com relação a estes e outros temas que estão afetando a juventude de hoje.

O Centro de Mídia e Desenvolvimento Humano da Universidade Northwestern buscou entender o papel que a série “13 Reasons Why” teve em motivar conversas entre pais e adolescentes sobre temas difíceis, assim como seu efeito no comportamento e nas atitudes dos espectadores com relação a esses temas. Depois de pesquisar mais de 5 mil adolescentes e pais em cinco países, incluindo o Brasil, o estudo da Northwestern descobriu que a série motivou conversas sobre assuntos difíceis.

Os principais resultados da pesquisa realizada no Brasil foram:

  • Aproximadamente três quartos dos adolescentes e jovens adultos relataram que tentaram ser mais atenciosos com a forma com que tratavam os outros depois de assistir à série;

  • Mais da metade dos adolescentes espectadores pediram desculpas pela forma como haviam tratado alguém; e mais de dois terços se sentiram motivados a ajudar alguém que estava deprimido, sofrendo com bullying ou que tenha sofrido uma violência sexual;

  • 58% dos espectadores adolescentes afirmaram que se sentiram mais confortáveis para conversar com seus pais sobre temas difíceis;

  • 90% dos pais relataram que, após assistirem a “13 Reasons Why”, conversaram com seus filhos sobre os tópicos abordados na série ; 71% dos adolescentes e jovens adultos se sentiram motivados a discutir a série e os temas relacionados a ela com seus pais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *