Confira entrevista com Zeeba, Isadora e Marina Diniz, donos do hit “It’s Your Life”

O DJ e produtor Zeeba lançou em maio a música “It’s Your Life”, parceria com a cantora Isadora e a DJ Marina Diniz. Zeeba e a Isadora têm uma sintonia vocal e criativa evidente, que pode ser comprovada no single. A música explora diversos elementos do pop e tem um ritmo dançante e envolvente ao mesmo tempo.

“O processo de composição e gravação foi bem diferente. A Marina chegou com uma ideia e de cara vimos a possibilidade do dueto com a Isadora, dona de uma voz incrível. Esse conjunto de elementos me deixou muito feliz. Gosto muito da letra por falar sobre positividade e a importância de acreditar e ir atrás do que você quer, que é algo muito forte para mim”, comentou Zeeba.

A DJ Marina Diniz explora toda a sua versatilidade para criar de forma precisa o ritmo que sela a parceria do trio. “A produção foi toda numa pegada house, queríamos algo que pegasse bem na pista”, explicou Marina. O trabalho foi gravado no estúdio de Bruno Martini, colaborador de longa data de Zeeba e que já esteve presente em alguns dos maiores hits do cantor.

Todos os artistas envolvidos na produção se conectaram pelo tema da música. Falar sobre perseverança e não desistir de sonhar criou uma química entre os três, que conseguiram criar uma melodia que navegasse pelas características de cada um.

“Somos muito amigos e sempre falamos sobre lançar algo juntos. Fiquei muito feliz com o convite para participar desse single. Admiro muito o Zeeba e acho que nossas vozes funcionam muito bem juntas. Nossa conexão é da vida!”, disse Isadora. O Caderno Pop conversou com os responsáveis pela música. Confira:

O Zeeba é dono de alguns dos principais hits eletrônicos nos últimos anos, sempre junto com o Bruno Martini. Essa parceria é de longa data?
É uma parceria de longa data sim, o Bruno é meu irmão, a gente tá sempre no estúdio fazendo coisas até pra outras pessoas, pra gente… até nessa música (It’s Your Life) ele participou um pouco ali na parte do som. Temos uma amizade muito forte.

Você (Zeeba) viveu bastante nos EUA e é por isso a preferência por cantar em inglês? Já chegou a compor algo em português?
Não sei se é por isso, mas acho que também, isso agrega, o fato de eu ter estudado lá, minha formação musical foi toda lá, então com certeza isso influenciou. Meu primeiro trabalho profissional foi em uma banda nos EUA, com americanos, então sempre tive inglês como língua principal na parte musical. E penso sim em trabalhar em português. Esse ano vai ter um álbum que vai ter uma coisinha aí, tô devendo isso pros meus fãs brasileiros.

A Marina é DJ e também jornalista… essa segunda profissão tá difícil pra todo mundo, né? Hoje ela se dedica mais às pick-ups ou ao jornalismo? Como que surgiu a oportunidade de ser DJ?
Na verdade o DJ surgiu antes do jornalismo. Eu comecei a tocar com 16 anos e aí, como todo pai mais conservador, disseram que precisava fazer uma faculdade. Eu sempre gostei muito de escrever, sempre fiz teatro, então fui estudar jornalismo, fui trabalhar na área, fui repórter da Record, da EPTV, que é uma emissora da Globo no interior, e assim que eu me formei fui estudar o que eu realmente gostava mais, que era a música. Fui morar em Dublin, na Irlanda, mas nunca deixei de tocar, dos 16 até hoje.

A Isadora também tem uma história legal com a música eletrônica, como por exemplo em “Sun Goes Down”, com o Bruno Martini. É o estilo que você mais curte? O que você costuma ouvir?
A “Sun Goes Down” foi uma parceria minha, do Zeeba e do Bruno e eu acabei caindo de paraquedas no mundo eletrônico, porque hoje o estilo que eu sigo pro meu projeto autoral é um estilo mais voltado ao pop e R&B, mas sim, música eletrônica sempre esteve presenta na minha vida, sempre ouvi bastante, mas não é o estilo que eu mais canto. É legal a gente ser versátil e abraçar vários estilos.

Falem um pouco dessa parceria entre vocês. Todos já se conheciam, mas é a primeira vez que trabalham juntos em uma música?
Zeeba:
sim, a gente se conhecia, a Marina já me conhecia, já faz alguns anos já. A gente se conheceu em Los Angeles quando eu morava lá, eu ficava mais lá do que aqui. Eu lembro que eu tava gravando um clipe num final de semana, estava indo em um amigo nosso em comum. A Isa também já conheço há cinco anos. A primeira vez que eu vi ela foi em um bar, cantando em uma banda cover, achei a voz dela incrível e fui falar com ela depois do show. Tava na hora da gente fazer alguma coisa juntos e estamos felizes com o resultado.
Marina: eu conheci a Isa por amigos em comum, tenho um amigo que é também DJ e produtor que me apresentou a Isa, já me encantei com a voz dela desde o início. Inclusive ela esteve essa vez na Califórnia, fiquei super fã. Que bom que depois desse tempo a gente conseguiu se reunir e tamo aí com a música que tá rolando super bem. Estamos super felizes.

Sobre acreditar nos sonhos e ir atrás, contem pra gente o que cada um ainda busca alcançar.
Zeeba:
é muito louco, né, meu sonho era ter um hit internacional, cantar pra multidões e depois que eu alcancei isso, pra mim foi muito gratificante. Tem muito essa teoria de acreditar, ir atrás e visualizar e muitas coisas acabam acontecendo por coincidências e tudo. Hoje em dia eu tô atrás de continuar nessa vibe, tem mais um hit pra bombar, é um objetivo meu e quero continuar cantando pro mundo, fazendo aí o que me faz mais feliz que é a música
Isadora: viver de música, ter uma carreira consolidada, e é isso, e construir. São passos de formiguinha e a gente vai construindo isso, é a nossa fan base, as pessoas que gostam das nossas canções e acho que todos almejam isso aqui.
Marina: eu acho que é bem por aí, eu sempre optei em fazer o que eu gostava, na profissão em fazer alguma coisa que eu tivesse paixão, porque quando você gosta do que faz, a coisa acontece, então é óbvio que no início foi difícil, por muitos anos eu tocava, era puxado, ganhava pouco, mas não desisti. Eu acreditei e quando mandaram a letra da música era bem isso, não deixa desistir, se tem amor naquilo, uma hora acontece.

Ouça “It’s Your Life”: