Blaya, a luso-brasileira por trás do sucesso “Faz Gostoso”; confira entrevista

Muito antes de Madonna e Anitta se unirem para gravação e lançamento da música, “Faz Gostoso” já tinha conquistado todo o público e fãs de Portugal. A música foi gravada primeiramente por Blaya, brasileira, natural de Fortaleza, e portuguesa desde os 2 meses de idade. Blaya também está se organizando para desembarcar no Brasil, onde se apresentará no Rock In Rio, em setembro, quando dividirá o palco com Lellê.

A composição de “Faz Gostoso” é de Blaya e a faixa original foi lançada pela artista no ano passado, pela Warner Music Portugal. A faixa também é certificada duas vezes platina.

A música original traz todas as batidas do funk, que remetem às raízes da artista. A cantora, compositora e bailarina de 32 anos, se lançou no cenário musical em 2001 e, desde o início da carreira coleciona passagens por grandes festivais como o Coachella, e Rock In Rio Lisboa.

Diretamente de Portugal, a cantora conversou com o Caderno Pop e falou sobre a expectativa de vir ao Brasil, um pouco das raízes e claro, do sucesso de “Faz Gostoso”.

Oi, Blaya, tudo bem?

Olá, bom dia (já era tarde em Portugal, mas cedo no Brasil), tudo ótimo e você?

Muito bem também! Primeiramente parabéns pelo sucesso todo e é incrível a gente saber que você é um fenômeno cantando na nossa língua, mas não era conhecida aqui no Brasil. Aliás, nesses segundos de conversa já percebi que você fala com o sotaque de Portugal, mas em “Faz Gostoso” e outras músicas você canta com sotaque brasileiro. Por que essa mistura?

Eu canto com os dois sotaques para mostrar para as pessoas quem eu realmente sou, portuguesa, brasileira, mostrar minhas raízes, os ritmos africanos, rap e é uma maneira da minha música chegar ao Brasil.

Você falou uma coisa que eu já estava preparando pra te perguntar. Eu percebo que Portugal consome muito mais música brasileira do que o Brasil consome as músicas portuguesas. Por que você acha que acontece isso?

Bem, Portugal é um país muito pequeno, mas é um país onde se fala português. Acredito que seja porque tenham algumas palavras em português (de Portugal) diferentes que os brasileiros não entendem. Também acredito que pode haver uma falta de divulgação, de promoção dos artistas portugueses no Brasil.

Então que não seja por falta de divulgação que você não vai ficar conhecida aqui! Essa agenda de entrevistas tá aí pra mostrar isso.

É verdade (risos).

Nas suas letras, como “Faz Gostoso” e a mais recente “Yoga” e também outras, você fala muito da sexualidade, sensualidade, da mulher, mas não é aquela coisa mais pesada como algumas letras de funk aqui do Brasil. Por que você optou por fazer um funk com essa “pegada”?

O conteúdo das letras não é pesado, mas eu gosto de mostrar o poder da mulher. As músicas sempre falam dos homens, mas nesse caso eu quero mostrar o contrário, que a mulher tem esse poder.

Inclusive você também escreveu livros que falam sobre isso (sexo e sensualidade), né?

Sim, os livros me ajudam a me conectar com pessoas que não estão habituadas a discutir esse assunto e acabam ficando mais à vontade.

Falando um pouquinho de Brasil, você nasceu aqui, mas mora em Portugal desde criança. Você costuma vir pra cá, tem parentes aqui?

A minha família toda mora em Portugal, mas eu ainda tenho alguns parentes no Brasil sim. Eu não costumo viajar muito para o Brasil porque nas férias acabo indo para outros lugares.

Mas esse ano você vem, e a trabalho, pro Rock In Rio. Pretende fazer mais alguns shows por aqui? A Anitta, que regravou “Faz Gostoso” com a Madonna também se apresenta no festival. Pode rolar alguma parceria no palco?

Eu estou indo para o Rock in Rio onde vou cantar junto com a Lellê, mas quero fazer uma tour com um, dois, três shows também, não sei. Quanto a Anitta, quem sabe? O tempo vai ser limitado, vamos tentar fazer algo sim. Eu encontrei com ela aqui em Portugal ano passado, e ela vem para Portugal em um evento em breve.

Aproveitando o gancho da Anitta, conta como foi que te falaram que a Madonna ia regravar “Faz Gostoso”. Foi ela que te ligou ou foi algum produtor? Você conhece a Madonna pessoalmente?

Quem fez o contato comigo foi o Diplo, que disse que a Madonna estava interessada em gravar “Faz Gostoso”, e aí depois um dos managers da Madonna fez contato e acertamos. Eu conheci a Madonna em um evento que ela estava, mas para essa gravação não chegamos a nos falar.

Tá ótimo. Blaya, sei que a agenda tá corrida hoje então muito obrigado pelo seu tempo, parabéns pelo sucesso e esperamos que você venha mais vezes para o Brasil.

Eu que agradeço a oportunidade, um beijo!

Veja o clipe de “Faz Gostoso”: